19 de ago de 2014

Serás pescador de homens!


Estavam juntos Simão Pedro; Tomé, chamado Dídimo; Natanael, de Caná da Galiléia; os filhos de Zebedeu; e dois outros discípulos. "Vou pescar", disse-lhes Simão Pedro. E eles disseram: "Nós vamos com você". Eles foram e entraram no barco, mas naquela noite não pegaram nada. (#João 21:2-3).

Estes discípulos haviam caminhado com o Mestre pelas terras palestinas experimentando experiências marcantes com Ele. Foram testemunhas oculares de milagres e prodígios operados pelas mãos de Jesus, partilharam da mesma ceia e do mesmo pão e beberam do mesmo vinho. E eis que após três anos e meio anunciando o Reino de Deus aos discípulos e outros tantos ouvintes, Jesus cumpre Seu chamado vitoriosamente, padecendo e morrendo na rude cruz.

Mesmo tendo sido chamados à grande comissão, ainda que um desses discípulos, Simão Pedro, tivesse o chamado de ser um pescador de homens e não mais um “mero” pescador cercado de redes e peixes, ainda que cientes do grande chamado de Cristo em suas vidas para anunciarem as Boas Novas de salvação e fazerem os mesmos milagres em nome do Mestre, após a morte de Cristo e antes que Ele voltasse ao Pai, os discípulos estacionaram seus sonhos evangelísticos e foram simplesmente pescar.

Nós também fomos chamados e atraídos à presença do Mestre, um dia. Também fomos tocados por Ele, vivemos experiências profundas com Ele, e fomos marcados significativamente por Sua presença. Mas se não focarmos em obedecer-lhE e fazermos novos discípulos que O conheçam e sigam, podemos voltar às velhas coisas e irmos simplesmente “pescar” também!

Àquelas alturas, a vida de Pedro não poderia mais estar baseada nas velhas redes de pesca, no barco que o conduzia ao mar revolto, nem nos peixes que serviam sua mesa. A vida de Pedro precisava consistir em novidade de vida em Cristo, em abandonar as coisas velhas e viver para o Reino! Sei que nem todos nós fomos chamados em tempo integral para fazer a obra de Deus, mas a verdade é que todos nós fomos chamados para fazer discípulos e para AGIRMOS como cristãos em tempo integral.

Não volte às coisas velhas. Não reviva o passado que Jesus já lançou no mar do esquecimento quando Ele te chamou para caminhar junto dEle! Liberte-se dos “peixes” e seja um (a) pescador de homens!

Deus te abençoe!
(Priscila Grah)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário passará por aprovação antes de ser postado.
Que Deus te abençoe!