20 de mar de 2016

O orgulho de Lúcifer!


Essa manhã o Senhor me levou a meditar em Ezequiel 28, onde existe uma profecia dupla, referindo-se ao orgulho e queda do rei de Tiro, e ao orgulho e queda de Satanás, no Éden.

O rei de Tiro construiu sua riqueza explorando povos vizinhos e era extremamente orgulhoso. Ele atribuía sua riqueza e glória à sua própria sabedoria, exaltando a si mesmo. Enquanto que, Lúcifer, da mesma forma, adornado pelas mais belas pedras preciosas (v.13), ungido como querubim guardião (v.14), (que provavelmente guardava a presença de Deus), tornou-se orgulhoso por causa de sua beleza (v.17), rebelando-se contra Deus e não rendendo glória a Deus, mas exaltando a si mesmo como se fosse responsável por seu estado exaltado!

Isso me levou a pensar no quanto precisamos vigiar para que, depois de ungidos por Deus para o Seu propósito, depois de adornados pelos dons, talentos e habilidades compatíveis com o chamado dEle para as nossas vidas, não venhamos nos orgulhar, rebelar, e nos exaltarmos a ponto de pensarmos que somos “bons” e sábios o suficiente para abandonarmos a Deus e nos orgulharmos do que somos, crendo erroneamente que, temos mérito próprio diante do que somos e do que fazemos!

E essa meditação não se aplica apenas à chamados ministeriais, mas também à cargos, empregos, posições, bens, talentos e até beleza física dados por Deus!

Todo pecado entristece profundamente o coração de Deus, mas aos meus olhos, o orgulho é um dos piores! Isso porque, ao se orgulhar, o homem crê que não precisa de Deus e de ninguém, que é autossuficiente, e vive em uma prisão que o leva a fazer de tudo para atrair elogios, admiração e aplausos das pessoas, se afastando cada vez mais de Deus, até encontrar-se em um abismo profundo!

É com temor que compartilho essa Palavra com vocês neste dia, e peço que, assim como orei, peçam ao Espírito Santo que sonde o coração de vocês para que Ele revele qualquer orgulho, vaidade, e rebelião que possam estar em suas vidas, e talvez nem estejam percebendo!

Onde existe quebrantamento e arrependimento, existe cura e perdão!

“Quem esconde os seus pecados não prospera, mas quem os confessa e os abandona encontra misericórdia.” (Provérbios 28:13).

Compartilhe essa Palavra com quem Deus tocar em seu coração!

Abençoada semana,
Priscila Grah

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário passará por aprovação antes de ser postado.
Que Deus te abençoe!