3 de nov de 2015

NÃO TEMAS, ó vermezinho Jacó!


“Não tenha medo, ó verme Jacó, ó pequeno Israel, pois eu mesmo o ajudarei", declara o Senhor, seu Redentor, o Santo de Israel.” (Isaías 41:14).

Esse versículo de Isaías já me intrigou por diversas vezes. Parece estranho ver Deus se referindo a Israel como “verme”, e em outras traduções “vermezinho” e “povozinho.” Vermes são repugnantes e nos causam aversão, mas porque Deus se referiu ao Seu povo desta forma?

Logo após essa descrição, ainda no mesmo fôlego, está escrito: "Veja, eu o tornarei um debulhador, novo e cortante, com muitos dentes. Você debulhará os montes e os esmagará, e reduzirá as colinas a palha. Você irá peneirá-los, o vento os levará, e uma ventania os espalhará. Mas você se regozijará no Senhor e no Santo de Israel se gloriará.” (Isaías 41:15,16).

Ou seja, apesar de Israel ser chamado de “vermezinho” e “povozinho”, Deus os entregou promessas de usá-los em grandes propósitos e alegrá-los provando que, inícios pequenos, improváveis e desprezíveis, podem tornar-se grandes e memoráveis finais nas mãos de Deus!

Eu poderia escrever sobre Moisés, José, Davi, Gideão e tantos outros! Mas por ora, digo-lhes que Deus é especialista em usar o improvável, o pouco possível, o desprezível, aquilo que o homem julga incapaz, para que todos entendam que Deus não vê como o homem e Ele se compraz em abençoar e usar os humildes da terra em Seus propósitos soberanos!

“Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes; E Deus escolheu as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são, para aniquilar as que são; Para que nenhuma carne se glorie perante ele.” (1 Coríntios 1:27-29).

Em Cristo,
Priscila Grah

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário passará por aprovação antes de ser postado.
Que Deus te abençoe!