31 de ago de 2012

Lembra-te de mim, Senhor!


Leia 2Reis 20:1-11 e reflita:
"Ezequias virou o rosto para a parede e orou ao Senhor: 'Lembra-te, Senhor, como tenho te servido com fidelidade e com devoção sincera. Tenho feito o que tu aprovas.' E Ezequias chorou amargamente." (2Reis 20:2-3).
O profeta Isaías informara Ezequias de sua morte iminente. Você talvez já tenha enfrentado uma situação similar, seja por uma doença terminal, um acidente quase fatal ou relatório incerto de um exame médico. Como você reage ao confrontar-se com a mortalidade? Ezequias orou. Sua oração foi um apelo para não ser esquecido por Deus. "Lembra-te de como te servi, Senhor. Lembra-te das boas coisas que fiz." 
Quando nos vemos em circunstâncias desesperadoras - especialmente em uma situação de vida ou morte - queremos dizer: "Lembra-te de mim, Senhor. Eu te amo e desejo servir-te mais tempo". Sabemos que Deus não nos deve nada. Mas sabemos igualmente que Ele é um Deus de misericórdia e graça. Assim, o que pedimos é que sua graça se estenda agora para nós.
Uma das características evidenciadas na oração de Ezequias é a identificação clara de Deus como fonte de sua cura e de seu livramento. Ao voltar-se para Deus de todo coração, ele se aproximava do único que podia mudar-lhe o destino. Deus ouviu-lhe a prece e o grito do coração e não só o curou como lhe concedeu mais quinze anos, para viver e servir.
Quando você estiver em uma situação difícil, clame a Deus como a fonte de sua cura e de seu livramento. Agradeça-lhe por ser um Deus de misericórdia e graça.

Fonte: A Bíblia da Mulher que Ora - Stormie Omartian, Pág. 407.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário passará por aprovação antes de ser postado.
Que Deus te abençoe!